Re-início

Voltei a andar de skate depois de quase 20 anos! Andava de carrinho, fazia street, andava no banks do Riviera - onde eu morava - adorava saltar rampas também. Até em half me aventurei. Agora tenho um (mini)long - é como um "skate de corrida" - que a gente anda só no balanço do corpo, não fica dando batidas. É muuuuuito maneiro! Uso meu shape antigaço da Urgh recortado pelo Jesus da SK8, rodas zigzag rosa 70mm e um simulador de surf alucinante acoplado ao truck crail. Com isso ando de skate como se estivesse surfando e posso andar pela Orla toda sem colocar o pé no chão! Anda super bem no plano. Mas o melhor, indiscutivelmente, são as ladeiras! Uso capacete rosa e joelheiras das antigas da Redley. Pareço uma E.T. mas super recomendo! Depois que tive um filho então... tenho medo de acontecer alguma coisa sem equipamento, sei lá... Sei é que estou maravilhada com a (re)descoberta dessa alegria vinda de algo tão simples que é andar de skate. AMOR ANTIGO! AMO MUITO TUDO ISSO e quero compartilhar dessa alegria com os amigos e com as muitas meninas - que ainda vou conhecer - que estão andando no Rio de Janeiro, em especial na Orla da Zona Sul. Valeu Skate Feminino!!!!!!!!!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Retorno...




Voltei com uma idéia de fotografar a galera que anda de skate na Orla. Hoje bem de mansinho... fim de tarde com o marido, o filho e a irmã, que maravilha! Mesmo sem sol e com um friozinho, foi show. Nada de mais, mas tudo de bom sempre. Mas eram tão poucas as meninas andando... mas vale pra "começar" bem a semana em plena 4a feira...

domingo, 20 de junho de 2010

Equipamento de Proteção


Equipamento de proteçao: por quê não?!
Essa pergunta sempre me intrigou. Já que desde sempre usei e me sinto muito mais segura assim. Mas é raro a galera usar. Achei uma resposta muito interessante e compartilho com vocês: É do Dejours, um psicanalista que estuda a Loucura nas Organizações de Trabalho. Ele diz que a resistência em usar os equipamentos de proteção pode ser um mecanismo de defesa (uma ideologia defensiva) que permite ao sujeito lidar com o intenso MEDO causado pelos riscos a que está exposto. Isso geralmente é compartilhado por todos que se encontram na mesma situação. Banalizar os riscos não é uma ignorância ou descaso - como eu pensava - muito pelo contrário. É uma maneira do cara DOMINAR o medo, que de outra maneira poderia paralisá-lo! Muito maneiro. É uma forma de se manter na atividade.
O problema é se o cara se esbarra com um acidente - como minha amiga Erika. Porque aí a defesa se quebra e a MEDACA que tava sob controle veeeeeeeem com toda força!
Ele não falou do skate, mas certamente o que se aplica ao ambiente de trabalho com os E.P.Is pode ser utilizado aqui. Neste caso só comprando cotoveleira, joelheira e etc e tal pra se haver com o real. Depois do acidente o Marco comprou logo o capacete. Finalmente! (foto)
Enfim, estou estudando pra um concurso e por esse motivo tenho andado bem pouco de skate e menos tempo ainda tenho pra atualizar o blog. Mas me amarrei tanto quando li isso que achei que valia a pena o registro.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

TOMBÃO!!!


Capacete, joelheira, luva e cotoveleira para dropar ladeira! Porque não basta a coragem quando se encontra uma "pedra no caminho". Na verdade foi uma pedrinhazinha que fez o skate da minha amiga amigona Erika parar. Parou e ela voou...
Foi um tombão muito feio. Ela tava toda feliz porque tava dropando lá de cima da ladeira do Mundo Novo. Sangue, susto e primeiros socorros. Ralou cotovelo, mãos, suvaco, peito e quase furou o supercílio. Só usava joelheira. Mas graças a Deus disse que "quem está no surf do asfalto é pra se ralar". Concordo com ela, merda acontece, mas sem equipamento de segurança não dá. Pra ninguém! Que bom que ela está bem.
PS: Íamos filmar neste dia mas a câmera já chegou quase sem bateria. Só deu tempo de fazer uma fotinho quando chegamos lá. Que bom que tava felizona, e é com essa imagem que queremos ficar.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Qual é o seu skate?


Qual é o seu skate? Todo mundo tem um. Mesmo quem não anda-de-skate. Tenho pensando nisso, assolada por minha paixão pelo meu skate. Poderia igualmente perguntar qual é a sua onda? A minha é a do surf, certamente! Outra paixão. É disso que se trata. Dessa coisa que toca profundamente o coração. É aquilo que te tira os pés do chão (literalmente!), te coloca em outro plano, numa outra perspectiva: lúdica, divertida, inventiva. Te faz viajar, ir além, sonhar e desejar. Como é bom sonhar! E na sequência desejar tornar os sonhos realidade. Mesmo que esta insista em ser uma danada! Mas esse é o lance. Há que se persistir em tornar o desejo amigo íntimo e parceiro da cotidiana realidade... isso é que é ser BEM feliz! Pra sempre ou em alguns bons momentos. Com ou sem um skate no pé... mas de pé perante a vida. Afinal, qual é o seu skate?

domingo, 9 de maio de 2010

Feliz dia das mães!


Ganhei de presente do dia das mães uma prancha nova! Uma Fun 7'2 Thiago Cunha linda e exatamente do jeito que eu queria. O melhor presente do dia das mães que já ganhei depois do meu filho!

Assim como andava de skate carrinho e agora migrei pro longboard, deixo o universo das pranchinhas pra entrar nas ondas de funboard. Pra quem não sabe, maior e mais estável, mais fácil de entrar nas ondas, mas mais difícil de manobrar... mais adequado à minha realidade!

Mães maneiras (como eu sempre quis ser) ou mães seja lá do tipo que for, já que existem mil maneiras de ser mãe. A cada dia inclusive se inventa mais uma, diante da alegria, da graça, da beleza e da dureza do dia-a-dia com essas crianças lindas, fantásticas, maravilhosas e birrentas, chatas, mal-criadas como podem ser nossos filhos. Antes de ter o meu achava os filhos dos outros mal-educados... Hoje vejo que vêm todos da mesma cegonha sem-vergonha que faz com eles se joguem no chão no meio do shopping dentre outras besteiras...

Enfim, desculpem aquelas que julguei! Sejamos todas felizes, criativas e inventivas pra lidar com essas crianças que parecem que já nasceram "grandes" pela inteligência que têm. Amo voces e desejo tudo de bom, Amigas verdadeiras!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Dropando...

Igor dropando é uma graça! Destemido e ousado, topa tudo (que eu super incentivo) e inventa muito também. Se amarra nessa brincadeira de rampinha ("pista" como ele chama) dentro de casa. Pelo menos até ganhar o mundo... Vai com tudo filhão! video

Mundo Novo II

Dropar no ladeirão do Mundo Novo com meu skate freak (por causa do simulador de surf) causou uma sensação estranha... descontrole do skate e medo... que na terceira descida já tinha se transformado em pura ADRENALINA!
É bom demais, mas pra falar a verdade prefiro a outra ladeira mais comprida e mais tranquila. Mais haver com meu (re)começo no skate e recente descoberta do long. Que defino como um "skate de corrida".
O Marco, superando todas as expectativas, ria como criança. Amarradão! É tão bom vê-lo assim. É essa a sensação indescritível que o skate proporciona. Muita alegria, mas muita mesmo com muito pouco. Bonzão.
Quem sabe eu amarro um skate nos pés do Marco pra ele usar no dia-a-dia... video

Delícias das ladeiras do Mundo Novo

Amamos andar de skate no Mundo Novo. Ladeira é tudo!!! Além disso o clima, a natureza, o sol e o ventinho na cara bom pra soltar pipa também. O Igor adora. Marina corre freneticamente em sua bike! (sem fotos por enquanto). As crianças super se divertem. Ah, e tem cachorro pra cachorro lá! Precisamos voltar mais vezes. video

terça-feira, 4 de maio de 2010

Skate no trabalho


Recentemente tive uma idéia fantástica! Trabalho em Copacabana e costumava levar uma hora do Corte de Cantagalo até a entrada do Rebouças. Uma hora! Acredite se puder. Agora deixo meu carro na saída do túnel e vou trabalhar de SKATE pela ciclovia da Lagoa Linda e Maravilhosa! Volto em 25 minutos e TODA FELIZ! É por isso que eu amo o Rio, ainda mais em dias de SOL...

terça-feira, 27 de abril de 2010


Voltando pra casa depois de uma skate session...

Larinha


Minha florzinha! Resolveu andar de skate... Emprestei parte do meu antigo pra ela. Morro de ciúmes dele (relíquia) mas faria de tudo pra incluir mais uma no skate. Uma delícia de ver. Toda esforçada, pra estar junto da gente. Quando crescer um pouquinho mais vai se soltando... O importante é tomar gosto pela coisa. Mesmo com as exigências: skate rosa, tudo rosa! Uma graça. Super vaidosa, exigente e inteligente. AMO MUITO TB minha lindinha!

Pablinho

Ele era pequenininho quando começou. Andava de skate, de bike e até surfou. Ele é bom em tudo o que faz, inclusive na VIDA. Pablo sempre foi um menino BOM. De alma e de coração. Não há quem não se encantasse por ele, até hoje. Impressionante! Seu primeiro skate maneraço compramos no NYC do Barrashopping quando tinha 6 anos (foto). Na verdade ele usa até hoje! Repaginado. Ganhou aulinhas no mini half da loja. ARREBENTOU! Sempre humilde, destemido, corajoso e de BEM com a vida. Por isso aprende tudo tão rápido. É meu afilhado, meu presente que essa vida me deu. AMO MUITO esse moleque!

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Sk8 no Aterro

Mais um dia de skate com a família e amiga... video

CRIACAVE - surf simulator

Simulador de Surf

Meu minilong tem um simulador de surf acoplado entre o truck dianteiro e o shape, que dá extrema mobilidade ao skate, permitindo curvas de 90° sem que a roda "raspe" no shape. O resultado é que voce anda de skate com se você estivesse surfando. Isso mudou minha vida. Posso ir do Arpoador ao Leblon sem por o pé no chão. Só o balanço do corpo e um certo esforço, é lógico, é suficiente. É simplesmente maravilhoso. Vende na galeria River muito mais caro mas o meu foi desenvolvido por um maluco do Sul. Quem se interessar pode falar comigo que eu arrumo. Vale muuuuito à pena.

Igor

Meu filho Igor tem 3 aninhos e já anda de skate desde os 2 anos. Usa capacete e joelheira. Recentemente aprendeu a "dar batidas" e já sabe dropar algumas rampinhas. Fico super orgulhosa, é claro, e muito feliz de vê-lo desde cedo no caminho do Sk8! video